Empréstimo para Estudantes: saiba como conseguir

Redação Guia Empréstimos April 16, 2013 0

Crédito estudantil é algo comum em países como EUA

O número de universitários que estão cursando uma faculdade particular aumenta cada dia. A chamada classe estudantil se sente em mais condições de pagar as mensalidades, e as facilidades chamam a sua atenção. Porém, conforme o tempo de curso passa, o valor das mensalidades aumentam e os universitários se sentem encurralados.

Obviamente, eles querem terminar o curso, mas ao mesmo tempo precisam de mais recursos para poder concluir. É então que recorrem ao empréstimo estudantil, este é um tipo de financiamento cedido pelas instituições bancárias para auxiliar no pagamento das mensalidades.

Como contratar um financiamento universitário

Antes de contratar este financiamento universitário o estudante deve estar atento, verificar as taxas de juros e condições de pagamento. O primeiro passo é verificar se a instituição de ensino tem convênio com algum programa ou banco, e conhecer os bancos que disponibilizam este serviço. O crédito estudantil funciona da seguinte maneira, o banco passar a pagar um valor parcial ou até integral das mensalidades. Por exemplo, se o crédito é de 50% da mensalidade, o aluno paga os outros 50%. Somente após conclui o curso ele começa a pagar o empréstimo para a instituição financeira.

Onde fazer empréstimo universitário

Empréstimo para estudantes

Conheça um pouco de cada programa e taxa de juros de algumas instituições onde o universitário pode financiar a faculdade.

Fies – Fundo de Financiamento do Ensino Superior

O mais conhecido é o chamado Fies (Fundo de Financiamento do Ensino Superior), um programa do governo que funciona em parceria com os bancos Caixa econômica e banco do Brasil. Os juros são de 3,4% ao ano, e o prazo de pagamento pode chegar até três vezes o período do curso, por exemplo, se foram 8 semestres, são até 12 anos para pagar. Há um período de carência de 18 meses após a formatura, e apenas após esse período as parcelas começam a serem pagas. Para se inscrever é preciso comprovação de renda, e quando a mensalidade consome mais de 20% da renda bruta da família não é necessário fiador. Do contrário é preciso um fiador.

Financiamento BB Estudantil (Financiamento do Banco do Brasil para estudantes)

O financiamento BB estudantil segue a mesma linha do FIES e pode ser uma boa opção. Os requisitos são bem semelhantes e as características do empréstimo também.

Empréstimo universitário no banco Itaú

Quem busca crédito educativo em bancos privados, o Itaú possui juros de 6% a 8% ao ano, com um prazo de pagamento de até 2 vezes o período do curso. Por exemplo, um curso de 5 anos pode ser pago em 10 anos. É preciso que a instituição possua convenio com o Itaú, e correntistas possuem mais vantagens. Cada semestre pode ser pago em 12 parcelas mensais. É preciso um garantidor, espécie de fiador para poder fechar contrato.

Crédito Universitário no Banco Bradesco

No banco Bradesco, o empréstimo não funciona com financiamento e sim CDC (Crédito direto ao Consumidor). Nesta modalidade o estudante recebe o valor que precisa diretamente na conta, e administra como achar melhor. Os juros são de 2,59% ao mês, e o valor é limitado a R$ 40 mil. Os universitários têm até 48 meses para pagar o empréstimo. Desta forma é possível usar o dinheiro em qualquer instituição de ensino.

Crédito Estudantil no banco Santander

No banco Santander a linha de empréstimos é feita direcionada para faculdades com convênio e cursos de pós-graduação. Os juros são de 1,95% ao mês, com prazo pagamento de 36 meses e o estudante tem 90 dias antes de começar a pagar.

Empréstimo Estudantil PRAVALER

O chamado “crédito PRAVALER para estudantes”, é um empréstimo estudantil da Ideal Invest, instituição financeira voltada para este público. Os juros são de 1,89% ao mês, mais ela pode variar de acordo com a instituição de ensino na qual o PRAVALER tem convênio. O prazo para pagamento é sempre o dobro do tempo de curso, por exemplo, um curso de 8 semestres o pagamento pode ser feito em até 8 anos. O PRAVALER precisa ser renovado a cada semestre, do contrário é cancelado. O pagamento apenas começa a ser feito quando o contrato anterior for pago. Isso evita o acumulo de parcelas.

Este são apenas alguns exemplos de instituições e planos de empréstimo. Dessa forma os universitários podem concluir o curso e pagar quando já estiverem na profissão.


Comente »