Estatísticas de Uso do Cartão de Crédito no Brasil

Aliado ou inimigo? Dependendo do uso que se dá a ele, você pode desfrutar de diversas vantagens e obter mais lucro do que imagina ou perder suas economias quase sem perceber. Responsável por 26% do consumo dos brasileiros em 2012, o cartão de crédito ganha cada vez mais espaço e se estabelece como a principal forma de pagamento no comércio.

De 2008 a 2012 foram injetados na economia brasileira nada menos do que 983 bilhões de reais por meio de compras com cartão de crédito. Esses números elevaram o Brasil ao 90º lugar no ranking de países que mais usam cartão de crédito, cujo primeiro lugar é de longa data dos Estados Unidos, campeão de consumo no mundo todo.

Cartão de crédito é uma necessidade?

Para os brasileiros, as compras com cartão de crédito se tornaram essenciais pelo prazo concedido para pagamento das faturas, além da possibilidade de parcelamento das dívidas. O que poderia ser um verdadeiro aliado no controle do orçamento familiar, em geral se torna um inimigo, pois a grande oferta de crédito no mercado faz com que as pessoas realizem compras desnecessárias, com parcelamentos longos e pagamento de juros que podem chegar a 200%.

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, as transações com cartão de crédito subiram 9,4% no último ano, representando um aumento de 15,7% no faturamento das operadoras de cartões de crédito. Dentre as instituições fornecedoras de cartões de crédito melhor avaliadas, o Banco Santander se destaca pela concessão do benefício sem cobrança de anuidade ou com tarifas baixas, o que atrai o consumidor.

Já no quesito bandeira de cartão de crédito, os clientes mais felizes são os que possuem American Express, pois a empresa investe pesado em bonificações aos usuários de seus cartões. Na sequência, vem Mastercard e Visa, as bandeiras mais utilizadas em território nacional.

Por que ter (ou não) um cartão de crédito

Estatísticas de uso do cartão de crédito no Brasil

A concessão de crédito e a crescente demanda por cartões de crédito aumenta o poder de compra da população, fazendo com que a economia se mantenha aquecida e o recolhimento de impostos pelo governo seja mais eficaz, já que todas as transações bancárias são acompanhadas de perto pelo Banco Central. Sendo assim, é certo que o estímulo ao uso de cartões de crédito e débito e o crescente desestímulo ao uso de dinheiro e cheques seja cada vez maior.

Em 2012 o número de usuários de cartão de crédito superou a marca de 60 milhões de pessoas, significando um controle de impostos muito maior por parte do governo e maior segurança aos lojistas, que têm garantia de recebimento dos valores. Em contrapartida, mais de 60% dos usuários de cartões de crédito se declaram endividados, aumentando a inadimplência e refletindo diretamente na confiança de investidores estrangeiros no mercado nacional.

Como anda o endividamento da população com o cartão de crédito

As compras com cartão de crédito e débito representam 58% das operações realizadas no comércio, sendo que na região Sudeste 62% da população utiliza esta modalidade de pagamento. Na região Nordeste, a porcentagem de usuários é de 16%, na região Sul é de 12%, na região Centro-Oeste é de 7% e na região Norte, de apenas 3%.

O valor médio gasto por cartão mensalmente é de R$ 2.415,00, segundo o Diagnóstico do Sistema de Pagamentos de Varejo do Brasil – Adendo Estatístico 2011, do Banco Central, que também cita uma movimentação acima dos 400 bilhões em 2011 somente nesta modalidade de pagamento.

Como reverter esta situação

De acordo com especialistas, o principal problema dos usuários de cartão de crédito é a falta de educação financeira e de controle do orçamento da família. Apenas 5% da população faz algum tipo de controle orçamentário, o que reflete diretamente na taxa de endividamento das pessoas.

Uma solução proposta por diversos economistas seria a de criar campanhas de conscientização sobre o uso do dinheiro e o controle de gastos, ensinando a população a poupar mais e comprar menos. O cartão de crédito pode ser muito útil se usado da maneira correta.

E você? Faz parte dos que sabem usar o cartão de crédito ou está no vermelho por causa dele?


Comente »